Pular para o conteúdo principal

Postagens

Destaques

O sentimento do mistério entre os alienados

Muitos alienados pertencentes às categorias mais disparatadas acreditam viver em pleno mistério, em uma perpétua e universal fantasmagoria. As ilusões, as alucinações, mesclando-se à realidade, causam-lhes a impressão, ― por pouco que reste de alguma memória e de alguma capacidade de comparação ou de controle ―, de que pessoas, animais, objetos, acontecimentos, palavras são enigmas complexos, com os quais não se pode brincar levianamente, ciladas, mistificações, símbolos. Qualquer rosto é uma máscara, ocultando um personagem secreto, e os dados mais fúteis devem ser decifrados. Por pouco que haja alguma consciência do desarranjo de suas faculdades e da mudança que lhe sobrevém, a própria personalidade do doente se torna um mistério para ele, centro desse universo de mistérios. Ao lado dos delirantes que acabaram e que estabilizaram seu sistema, ― os loucos que sabem, que encontraram ―, há aqueles que estão no período de atividade, em via de construírem seu delírio: os loucos que busca…

Últimas postagens

São Bento

Quando tudo não passa de um reflexo

Da biblioteca dos Mestres do Imaginário

O Ocultismo

Templos

São Francisco de Assis

No país do ocultismo

Reflexão

Templo

Manuscrito apócrifo