Guardar

Guardar uma coisa não é escondê-la ou trancá-la. Em cofre não se guarda coisa alguma. Em cofre perde-se a coisa à vista. Guardar uma coisa é olhá-la, fitá-la, mirá-la por admirá-la, isto é, iluminá-la ou ser por ela iluminado. Guardar uma coisa é vigiá-la, isto é, fazer vigília por ela, isto é, velar por ela, isto é, estar acordado por ela, isto é, estar por ela ou ser por ela. [...]

CÍCERO, A. 2008. Guardar: poemas escolhi- dos. In: A. CÍCERO, Guardar. 4a ed., Rio de Janeiro: Record, 2008, p. 11

Comentários

Postagens mais visitadas